Pages

29/04/2015

Conversas de Casa de Banho - # 2 (Crónica #13)

WC; CLAUDIA VIEIRA

- Bom dia, querida!

- B…dia… – rosnou, enquanto lavava os dentes.

Aquela manhã estava a ser difícil. O percurso do quarto até à casa de banho parecia a caminhada para o corredor da morte. Estou lixado! Vai ser uma semana a dormir no sofá, que vai ser um mimo! E sem amendoins pelo meio… acho que nem me vão passar goela abaixo…

 - Vou tomar banho. Posso utilizar esta toalha?

- Faz como quiseres… – disse, com um gelo que me arrepiou até à espinha.

- Ainda estás chateada comigo?

- Não estou chateada Manel, quem te disse tal coisa? – semicerrando aqueles deliciosos olhos verdes, que eu adoro.


É engraçado. As mulheres nunca admitem que estão chateadas. Umas partem pratos, outras ficam com um trombil de metro e meio, outras ainda, inventam uma dor de cabeça durante uma semana, mas nãaaooo, chateadas nunca! Manel, Manel! Uma fileira de namoradas, casado há 4 anos com a Maria, e ainda não conseguiste percebê-las – cogitei eu com os meus mamilos, já que não tinha botões para esfregar.

- Então? Vais ficar aí especado a olhar para mim? Pega na toalha que quiseres. Depois põe no cesto da roupa, que a Slavanka vem hoje!

Esgueirou-se, toda encolhida para não me tocar, mas para evitar um choque frontal com o bidé, acabou por tropeçar no meu pé e caímos os dois numa fronteira entre a casa de banho e o corredor.

- Aaauuu… - Este torcicolo estava a dar comigo em doido!

- Que foi? Estás com um torcicolo?

- Estou. Podias fazer-me aquela massagem que só tu sabes fazer – disse, num tom de voz a denunciar aquela agradável posição em que nos encontrávamos…

- Pois, talvez se rodasses menos a cabeça no shopping, o pescoço não te doesse tanto… - furiosa, tentou levantar-se.

 - Amorzinho, era a Cláudia Vieira. É normal que tivesse olhado. Tu também olhaste! – tão gira o raio da miúda! Mas a minha Maria é top! Porque é que não entende isso?

 - Precisavas olhar 37 VEZES???? 

37 vezes? Será que olhei assim tantas vezes? Pus-me a pensar que talvez fosse verdade. A Maria costuma ser boa em aritmética! Enquanto isso, ela tentava levantar-se em vão. Nesse aspecto, somos mesmo o sexo mais forte.

- Amorzinho? – tateei.

- Huuummm?

- Vamos fazer amor?

E foi assim que o sofá não viu o Manel durante a semana que estava prometida! Ah! Mas amendoins, nem vê-los! Não houve tempo para ir comprá-los! Foi uma looonga semana a curar torcicolos.

Beijinhos da Ravioli com queijo! Y



SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© A Ravioli. All rights reserved.

Design by WE BLOG YOU